SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br
09/10/2020 - 15:15

 

A história do Círio de Nazaré pautada em rigor científico de pesquisa e investigação. Essa é a base do projeto TecnoCírio lançado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) na manhã desta sexta-feira (9) na Escola de Governança do Pará (EGPA). O projeto consiste em uma plataforma e um aplicativo para sistema android que juntam no ambiente virtual todas as emoções e peculiaridades que envolvem uma das maiores festas cristãs do mundo.

“O círio e a religião são objetos de pesquisa da academia, então a Sectet quer mostrar esta relação entre ciência, fé e tecnologia, e, ao mesmo tempo, queremos disponibilizar um instrumento que seja fácil e de rápido acesso” explicou a secretária adjunta da Sectet, Edilza Fontes, presente no evento.

O TecnoCírio é o resultado da parceria entre a Sectet, a Universidade Federal do Pará (UFPA), a Fundação Guamá, organização gestora do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa) e a Diretoria da Festa de Nazaré.

Para a concretização do projeto foram convidados profissionais de renome do cenário paraense que elaboraram textos inéditos sobre 26 temas relacionados ao Círio. Todos os textos estão disponíveis em inglês e espanhol, além do português. As fotografias foram feitas por premiados fotógrafos do estado que fizeram o registro do Círio de 2019.

Além da secretária adjunta, participaram da mesa de abertura do evento o presidente da Prodepa, Marcos Brandão; o diretor administrativo-financeiro do PCT Guamá, Arnaldo Miranda; e o coordenador do projeto TecnoCírio, Márcio Couto.

O presidente da Prodepa detalhou a importância de parcerias entre órgãos e instituições a fim de gerar soluções em momentos de dificuldade. “Nessa hora vemos a importância de fazer a integração com diversos setores e seguimentos da sociedade para gerar soluções que levem tranquilidade, paz, e, neste caso específico, a revelação da fé e ainda a oportunidade de que os paraenses em qualquer parte do mundo participem do Círio”, explicitou Brandão.

Para o diretor do PCT Guamá, o projeto é uma oportunidade de gerar continuidade ao exercício da fé. Miranda também destacou que o alcance nacional e mesmo internacional que a plataforma e o aplicativo proporcionam pode garantir inclusive atratividade econômica para o estado. Ele enfatizou ainda a inovação que a tecnologia proporciona apresentando imagens em 360o.

Diferenciais - E este é justamente um dos grandes diferenciais do projeto. Quem acessar um dos dois produtos poderá assistir a vários momentos do Círio de Nazaré em anos anteriores em uma visão em 360º. Além disso, a mesma tecnologia será usada para a transmissão da pregação na Basílica Santuário, celebrada pelo padre João Dantas, no sábado (10), às 8h30; da Descida do Glória, às 11h30 do mesmo dia; e da missa do Círio 2020, celebrada pelo arcebispo metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, no domingo (11), às 7h. Os eventos poderão ser acompanhados ao vivo e depois ficarão disponíveis na plataforma.

Outro grande diferencial, segundo o coordenador do TecnoCírio, Márcio Couto, é o cuidado com a dimensão histórico-antropológica e sociológica do Círio de Nazaré. “É um projeto que tem um enfoque cultural, sociológico, histórico, mas que não elimina o lado devocional, até porque entre os envolvidos no TecnoCírio existem vários devotos de Nossa Senhora de Nazaré também”, enfatizou.

Para o coordenador, o Círio de Nazaré já faz parte do cotidiano do paraense durante todo o ano. “Nesse período tão difícil na vida de todos nós com tantas perdas e dores, vai haver Círio porque o fundamento do Círio é o milagre e o Círio é um processo que acontece todos os dias na vida dos devotos. O segundo domingo de outubro é a culminância de uma série de processos que ocorrem durante o ano inteiro”, concluiu.

O evento se encerrou com a apresentação musical de Helena Correa e Heider Leal, interpretando duas das canções que embalam o Círio de Nazaré: “Vóis sois o lírio mimoso” e “Eu sou de lá”.

Lives – O projeto TecnoCírio também inclui as transmissões ao vivo pela plataforma de encontros com professores, historiadores, fotógrafos, jornalistas, representantes da diretoria da festa, além do titular e da adjunta da Secretaria, Carlos Maneschy e Edilza Fontes, sobre todas as peculiaridades, histórias e experiências do Círio de Nazaré. Os encontros ocorrerão toda terça e quinta, às 19h, a partir do dia 13 de outubro.

Serviço: A plataforma TecnoCírio pode ser acessada no endereço www.tecnocirio.com.br, onde também tem o link para baixar o aplicativo.

 

Texto: Fernanda Graim (SECTET)
Foto: Priscila Castro (SECTET)